Startup investe em fábrica de inseticida biológico contra vetor da dengue, chicungunya e zika

20 de janeiro de 2017

A BR3, startup de biotecnologia incubada no Centro de Inovação, Empreendedorismo e Tecnologia (Cietec) – entidade gestora da Incubadora de Empresas de Base Tecnológica de São Paulo USP/Ipen –, anunciou vai investir R$ 20 milhões na instalação de sua sede e fábrica em Taubaté, empregando cerca de 200 pessoas, de acordo com informações da Assessoria de Imprensa da Investe SP.

O objetivo é aumentar a produção do DengueTech, inseticida biológico que, quando colocado na água, inibe por 60 dias a procriação dos mosquitos vetores dos vírus Dengue, Zika e Chikungunya, o Aedes aegypt.

Além do Cietec (USP/IPEN), o projeto contou também com o apoio da Investe São Paulo, agência de promoção de investimentos e exportação ligada à Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação.

O DengueTech foi desenvolvido pela BR3 dentro da incubadora paulistana do Cietec (USP/Ipen), em cooperação com a Fiocruz, e foi o projeto vencedor do concurso Acelera Startup, da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp). O produto já está sendo comercializado por algumas empresas, e a ideia é que a expansão de sua venda leve a companhia a um faturamento total de R$ 10 milhões em 2017.

A tecnologia está aprovada pela ANVISA na modalidade Venda Livre (o que permite a distribuição e uso pela municipalidade ou a compra no mercado por qualquer cidadão).

A planta de P&D de Taubaté deve entrar em operações em 2018, e vai ter uma capacidade de produção mil vezes maior do que a operação piloto existente hoje. O terreno escolhido tem 14mil metros quadrados, sendo que 5 mil serão de área construída.

Para mais informações sobre a empresa e o produto acesse http://www.investe.sp.gov.br/noticia/startup-investe-em-fabrica-de-inseticida-biologico-contra-vetor-da-dengue-chicungunya-e-zika/.